FEAK

Fundada em 6 de maio de 1987, por iniciativa do casal Kátia e Armando Falconi Filho, a Fundação Espírita Allan Kardec, conhecida popularmente por FEAK, situava-se, à  época, na Rua D. Pedro II nº 167, Bairro Mariano Procópio, transferindo-se para sede própria na Rua Itamar Soares de Oliveira nº 200, no bairro Cascatinha, em 6 de novembro de 1988, objeto da matrícula n. 8.998, do Cartório do 1º Ofício do Registro de Imóveis de Juiz de Fora (cópia anexa).

Além das atividades inerentes a toda casa espírita, desenvolve, com a contribuição e esforços de voluntários da comunidade, trabalho assistencial no sentido de atender a grande demanda por parte das pessoas necessitadas também de auxílio material.

O Departamento de Serviço Assistencial, responsável por essas atividades, tinha inicialmente como meta atender pequenos grupos de gestantes, através de curso de orientações básicas com duração de 2 meses  e de doações de enxovais, alimentos, agasalhos, etc. às futuras mamães.

Em 1992, devido à crescente demanda, fez-se necessária a ampliação dos serviços já prestados, a reformulação da estrutura e a vinculação dos recursos materiais a propostas educativas, visando criar, na medida do possível, condições para a conscientização de seus direitos como mulheres e cidadãs e proporcionar-lhes melhoria da qualidade de vida e de trabalho a fim de  possibilitar-lhes melhor relacionamento com a família e a sociedade.

Como entidade beneficente de assistência social e filantrópica, sabedora de que grande parte da população brasileira necessita de ações promotoras e assistenciais, a FEAK envida esforços humanos e materiais, tendo por escopo a elevação do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) no exercício pleno do direito de cidadania.

Destarte, assegura suas características filantrópicas, conjugando a ajuda material e espiritual, concomitante à orientação evangélico-doutrinária, com prestação de serviço gratuito, permanente e sem qualquer discriminação nos projetos, programas, benefícios e serviços assistenciais, contribuindo para a diminuição das diferenças sociais, culturais e da miséria, promovendo a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, oferecendo melhoria de qualidade de vida.

Suas finalidades básicas, quais sejam, divulgação doutrinária, difusão do livro espírita, assuntos relativos à mediunidade, evangelização da criança, evangelização do jovem, capacitação profissional e serviço assistencial são atendidas através de sete departamentos previstos no estatuto e em pleno funcionamento.

A FEAK conta atualmente com mais de 550 voluntários que doam tempo e trabalho nas mais diversas modalidades e são comprometidos em cumprir suas tarefas com assiduidade e disciplina.


Títulos e Certificações:

Títulos de Utilidade Pública:

  • Reconhecido de Utilidade Pública Municipal Lei Nº 7407 de 05 de setembro de 1988.
  • Reconhecida de Utilidade Pública Estadual Lei Nº 13.007 de 31 de agosto de 1998.
  • Reconhecida de Utilidade Pública Federal – Decreto Lei de 04 de novembro de 1998.

Registro:

  • CNAS – Conselho Nacional de Assistência Social – Resolução no 135, 11/08/05.
  • CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social – Nº 088, renovado anualmente.
  • CMDCA-JF – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – Registro no 057, em 01/04/2005.
  • CEAS – Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social no 0212/2005, através da Resolução 135/11.08.05 – DOU de 16.08.05 Seção I.
  • Registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas sob o nº 1.435 em 21 de junho de 1987.

Menção Honrosa:

  • Por ter concorrido ao Prêmio Itaú Unicef – 1999, aFEAK recebeu Menção Honrosa e passou, a partir do ano de 2000, a fazer parte do cadastro de participantes do Projeto Educação & Participação do Fundo das Nações Unidas para a Infância.

 

<< Voltar